sexta-feira, 22 de abril de 2011

Pensando Maricá


Pensando Maricá
Boa Noite - Tenho certeza que a partir de 1º de janeiro de 2013 as noites maricaenses terão um novo brilho, sexta feira, 22 de Abril de 2011



Página Temática - voltada para Poli-Ética



Um pouco da minha história de vida em Maricá

Comentários envolvendo a minha atuação


São pensamentos que se tornarão Projetos



Conselho de Representantes terá caráter de:
 Câmara Distrital
 Acompanhará o Orçamento Distrital
 Escolherá o Representação Administração Distrital

Segurança - Cinturão Sanitário ou Projeto Paraíso => Leia


Projeto Anjos
 Anjos das Montanhas
 Anjos das Praias
 Anjos das Lagoas
 Anjos das Estradas
PIT


A passagem subterranêa de Inoã que nos deu muito trabalho, receberá o nome de Dona Menina, que foi minha fonte de inspiração.

A APA de Maricá receberá o nome de May Terrel Eirin, que foi Diretora de Meio Ambiente na minha Gestão na FAMMAR.

Farei questão de reativar a ACVCM - Associação dos Condutores de Veículos de Carga de Maricá - Conhecida como a Associação dos Caminhoneiros.

Farei questão de reativar a ACEI - Associação Comercial e Empresarial de Itaipuaçu. E criar novas Associações Comerciais, situando no centro da cidade a federação das mesmas.

Na educação a questão da estrutura física é fundamental, e a criação de um indexador, para se tornar referencia com relação ao salario do Poder Executivo se torna imperioso, e o indexador que sugiro é o salário do professor municipal.

No transporte coletivo, o cumprimento da Lei Organica será amplamente difundido.


Política voltada para os resíduos sólido

 Reproduzir Glicerio
 Resíduos da Construção Civil
• Se essa rua fosse minha

Produção Familiar - Recorrerei também à Agricultura Familiar
 Mercado Distrital
 Micro Empresa Social
CAC

Ponte dos Cajueiros

A grande característica será a integração das ações.
Gestão com ações integradas e descentralizadas => foco PY

Dados apresentados pelo COMPERJ

Assim será a nossa prestação de contas clique

Inspiração no Governo Dilma




É possível dar uma chance à PAZ.





Dilma cria conselho de gestão para cobrar ministérios

Na primeira reunião ministerial de seu governo, marcada para amanhã, a presidente Dilma Rousseff comunicará sua decisão de impor um forte ajuste nos gastos públicos, especialmente com custeio, que será monitorado de forma rigorosa pelo governo. Ela reforçará a advertência de que as indicações políticas serão respeitadas, mas que os titulares das pastas terão de se comprometer com resultados que serão cobrados, conforme antecipou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo publicada no domingo. Para as agências reguladoras, nenhuma concessão: as indicações têm de ser necessariamente técnicas e passar pelo seu crivo pessoal.
Na cabeça da presidente está um conceito de governança empresarial, nos moldes do setor privado, que produza um mapa da eficiência de cada área do governo - do primeiro aos demais escalões. O instrumento desse controle será um novo conselho - de Gestão e Competitividade -, ligado diretamente à Presidência da República.
Esse formato obrigará cada ministro a fixar metas de redução de custos e de realizações, apresentando-as nas reuniões ministeriais periódicas, confrontando-as com os resultados dos demais colegas e justificando no plenário os critérios empregados. Informará o que cortou, onde cortou e quanto cortou. E o quanto realizou no contexto dos cortes.
Não se conhece ainda, no governo, a composição desse novo conselho, mas há uma certeza: dele fará parte o empresário Jorge Gerdau, do grupo que leva seu nome, interlocutor com prestígio junto à presidente e inspirador de sua criação.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário